Unidades: Moema e Bela Vista Central de Agendamento: (11) 5052-5995 (Seg. a Qui. das 8h às 19h | Sex. das 8h às 18h)

Sintomas do câncer de mama: quais são os principais?

Sintomas do câncer de mama: quais são os principais?
Autor(a): Ana Cristina Steinert
Saiba mais

teste de cancer de mama

Muito se fala na mamografia para o rastreio de câncer de mama entre as mulheres e seu diagnóstico precoce. Como definição, estratégias de rastreio populacional são feitas em quem não tem sintomas do câncer de mama que levem a desconfiar da presença da doença.

Uma vez que o paciente possua um sintoma, o exame não se trata mais de rastreio e sim de diagnóstico para uma possível patologia.

Quando um sistema de triagem para câncer de mama está implementado e difundido de maneira adequada na população, a maioria dos casos dessa neoplasia serão diagnosticados ainda sem sinais e sintomas.

No entanto, é importante conhecer os sinais e sintomas do câncer de mama para que seja possível aventar essa hipótese diagnóstica quando estiverem presentes, seja em mulheres que não estão na faixa etária de screening, ou em mulheres que estejam no período de intervalo de mamografia, ou mesmo naquelas que possuam ausência de nodulação na mamografia.

Os sintomas do câncer de mama dependem do local que a doença se encontra, isto é, doença localizada na mama ou doença com acometimento de outros órgãos.

Doença localizada

Nódulo palpável

O sintoma mais comum da doença localizada é o sentir um “caroço” na mama. Todo nódulo palpável na mama deve ser investigado.

Outros sintomas que podem estar associados ou que podem ser encontrados isoladamente e que requerem investigação diagnóstica são:

  • Assimetria nova entre as mamas – As mamas, habitualmente, não são exatamente iguais. O lado direito pode ser um pouco maior que o esquerdo, e isso é normal. Mas, se você notar uma assimetria nova entre uma e outra, isso deve ser avaliado por um médico. Essa assimetria pode ser uma retração da pele ou um abaulamento, ou o aumento do tamanho de uma das mamas.
  • Edema da pele do seio – A pele fica com aspecto de “casca de laranja”, pode estar associado a coloração avermelhada da pele, assim como aumento local da temperatura e dor.
  • Descarga papilar – É a saída de secreção através dos ductos mamários. Nem toda descarga papilar é patológica, mas quando unilateral, persistente, de um único ducto, com saída espontânea (isto é, sem necessidade de expressão), de aspecto sanguinolento, sero-sanguinolento ou seroso, são características que aumentam a chance dessa descarga ser patológica e por isso, deve ser avaliada por um médico.
  • Inversão do mamilo – Se o seu mamilo, nunca foi invertido, e ele desenvolve essa característica, há a necessidade de ser examinado e investigado.
  • Nódulo na axila – este pode ser um aumento de um linfonodo da região da axila, que pode significar uma doença localmente mais avançada.

Doença metastática

Os sintomas da doença metastática incluem sintomas gerais e os que dependem do órgão afetado pela metástase:

Sintomas Gerais:

  • Perda de peso – Tem significância clínica quando o paciente perde mais de 10% do seu peso, sem causa aparente. Isto é, sem ter feito restrição alimentar ou atividade física.
  • Perda de apetite
  • Cansaço

Sintomas relacionados ao local da metástase:

  • Pulmão: Falta de ar, tosse.
  • Osso: Dor lombar; dor na perna, etc.
  • Fígado: Dor abdominal, icterícia, enjôo.
  • Cérebro: Vertigem, convulsão, dor de cabeça.

Vale sempre lembrar que todos os sintomas relatados acima precisam ser avaliados pelo médico para que seja feito o diagnóstico correto. Essas alterações podem ter outro diagnóstico que não o câncer de mama, mas descartar esse diagnóstico é fundamental.

ONA

Endereços:

Moema:

Av. Indianópolis, 394 – Moema
São Paulo/SP – CEP: 04062-000

Bela Vista:

Rua Dona Adma Jafet, 74 – 3º andar - Bela Vista
São Paulo/SP – CEP: 01308-050

Telefones:

(11) 5052-5995
(11) 98529-1494
(11) 98529-1708

Captação
[contact-form-7 404 "Not Found"]